close
PSICOTERAPIA E ADOLESCÊNCIA – Psicoatualizando
You are here
Home > Andei Pensando > PSICOTERAPIA E ADOLESCÊNCIA

PSICOTERAPIA E ADOLESCÊNCIA

A adolescência é uma fase de mudanças biológicas, cognitivas e sociais, e deve ser compreendida de modo contextualizado, pois resulta também de uma construção social.

Enquanto um fenômeno existencial em nossa sociedade, é marcada por mudanças, riscos  e oportunidades, representadas nas questões que o adolescente, ao longo do tempo, busca solucionar, como: pertencer a um grupo e ao mesmo tempo ser único, ser levado a serio junto aos seus pares, escolher uma profissão, saber em quem acreditar, lidar com o álcool, driblar drogas e agora também a dependência tecnológica, organizar a autoimagem e o conceito de si mesmo, enfim, estes são apenas alguns dos dilemas que permeiam o processo complexo de amadurecimento do jovem.

Ser adolescente pode não ser nada fácil. É preciso aprender a lidar com a ansiedade que chega junto com a vivência da responsabilidade pelas escolhas e suas consequências. É preciso aprender a gerir comportamentos impulsivos, falta de motivação, dias de tédio, sexualidade e tudo isto em meio à mudança da imagem corporal e às transformações hormonais e cognitivas que o jovem experiencia.

Meninos e meninas em crescimento precisam de nosso olhar amoroso de adultos, da nossa disponibilidade para ouvi-los e para dialogar, precisam também dos nossos cuidados e da nossa condução para, por vezes, estabelecer com eles limites e, por outras, lhes sinalizar as oportunidades.

A Psicologia é grande parceira deste momento da vida, auxiliando – com seu arcabouço de conhecimentos e técnicas – no relacionamento entre pais e filhos, na orientação familiar e de professores, no acompanhamento da escolha da carreira profissional dos jovens, no desenvolvimento pessoal, social, afetivo e cognitivo dos adolescentes.

O psicoterapeuta – de acordo com as abordagens teóricas nas quais ele fundamenta seu trabalho – elabora intervenções através de estratégias, como a psicoeducação, os questionamentos, a interpretação, a reformulação, a reestruturação, a análise de contingências, o confronto, analogias, narrativas, dentre muitas outras possibilidades técnicas desenvolvidas na área da Psicologia Clínica e das Psicoterapias.

Em que situações a Psicoterapia é indicada para os adolescentes e jovens?

Em situações como: estresse/perdas/lutos; dificuldades com a sexualidade e a afetividade; transtornos ansiosos; necessidade de aprender a gerir as emoções; comprometimento da construção de sua autoestima, autoimagem e/ou autoconceito; comportamentos auto lesivos; comportamentos depressivos; presença de sintomas psicossomáticos; transtornos alimentares e obesidade; dependência tecnológica; dificuldades com a assertividade/ habilidades sociais; bullying; medos e fobias; dificuldades no relacionamento familiar e/ou com os amigos; dentre outras situações em que a psicoterapia venha a beneficiar seu desenvolvimento, sua saúde e bem estar.

A Psicoterapia também é indicada quando o adolescente demonstra interesse no autoconhecimento e está em busca de crescimento pessoal.

 

Texto de Luciana Stagliorio, psicóloga clínica, CRP 03/2017, psicoterapeuta sistêmica especialista em Estratégias de Ensino e Pesquisa em Psicologia, pós graduanda em Psicologia e Orientação Profissional. Mais informações: www.lucianastagliorio.com.br

Deixe uma resposta

*

Top